FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Imagem Desdobramento
Iniciativas
Sociedade Portuguesa de Hipertensão avalia teor de sal do pão vendido no norte do país
A Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), em colaboração com a Associação dos Industriais de Panificação, Pastelaria e Similares do Norte (AIPAN) e o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), desenvolveram um estudo interventivo com vista à reformulação da receita de um alimento essencial na dieta dos portugueses, o pão, de forma a baixar o teor de sal sem colocar em causa as propriedades organoléticas deste alimento.

 

Este projeto científico foi desenvolvido em oito distritos do norte de Portugal (Aveiro, Braga, Porto, Viana do Castelo e Vila Real) e avaliou o doseamento de sal em quatro tipos de pão - regueifa, broa, carcaça e pão da avó. Para tal, numa padaria de cada um dos distritos foi realizada uma intervenção e foram identificadas outras cinco padarias para controlo.

 

Este estudo obteve resultados positivos, uma vez que após a intervenção, verificou-se que, apesar do teor do sal já se encontrar abaixo do previsto na lei (1,4g de sal por cada 100g de pão), houve uma diminuição significativa da quantidade deste mineral em todos os tipos de pão analisados, ficando perto de 1.0g/ 100. Estes resultados demonstram que existe uma margem de redução de sal no pão sem comprometer a sua organolética, isto é, as características dos materiais que podem ser percebidas pelos sentidos humanos, como a cor, o brilho, a luz, o odor, a textura, o som e o sabor.

 

Face a estes resultados, o presidente da SPH e investigador principal deste projeto, Mesquita Bastos, afirma que “o estudo comprova, em primeiro lugar, que a nossa indústria panificadora está a cumprir a lei no que ao teor de sal diz respeito, o que é de louvar, e que consegue de livre vontade descer ainda mais esse valor sem impacto na aquisição, o que pode ser uma medida de Saúde com grande expressão, dado o papel que o pão tem nos hábitos alimentares dos portugueses. Embora seja necessário manter o setor da panificação sensibilizado e motivado a manter esta conduta, existe ainda uma margem para redução do sal que pode e deve ser apresentada.”

 

No futuro, a AIPAN pretende estender este projeto a todos os distritos do norte de Portugal e, posteriormente, torná-lo de âmbito nacional.

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2017 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview