FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Imagem Desdobramento
Iniciativas
Peça de teatro desafia portugueses a vestirem a pele de uma pessoa com psoríase
Com o objetivo de sensibilizar a sociedade para a psoríase, a Novartis, em colaboração com a PSOPortugal, leva aos palcos de todo o país “A Pele que Tenho em Mim”. Desenvolvida e produzida pela ACE Teatro do Bolhão, a próxima sessão desta peça acontece dia 15 de novembro, no Palácio do Bolhão, Porto.

 

“Uma peça feita de histórias reais, que levam o espectador a vestir a pele de uma pessoa com psoríase que enfrenta os desafios de aprender a conviver com a doença”, é assim que a Novartis começa por apresentar o espetáculo. Ao longo de sete meses, a peça “A Pele que Tenho em Mim” sobe a 14 palcos, numa digressão que passa por cidades de norte a sul de Portugal. O objetivo último é sensibilizar a população para a psoríase, uma patologia que afeta mais de 200 mil pessoas no país. 

 

Para Cristina Campos esta iniciativa “é o resultado da responsabilidade social que a Novartis assume numa perspetiva de sensibilização e informação sobre algumas doenças ainda pouco conhecidas”. A diretora-geral da Novartis Portugal acrescenta ainda que, em Portugal, “as próprias pessoas com psoríase têm muitas vezes informação insuficiente sobre a doença”. 

 

Todas as sessões são de entrada livre, mas sujeitas a inscrição prévia através do site www.umapeleparaavida.pt.Próximas sessões agendadas: 

 

15/novembro – Palácio do Bolhão, Porto

17/novembro – Cineteatro de Estarreja,Estarreja

24/novembro – Teatro Ribeiro da Conceição, Lamego

14/dezembro – Teatro das Beiras, Covilhã

12/janeiro – Auditório Municipal de Alcácer do Sal

 

Cartaz A pele que tenho em mim 929db

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2017 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview