FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Imagem Desdobramento
Iniciativas
Será que os estudantes de Saúde sabem a quantidade de açúcar presente nas bebidas?
Um estudo realizado pelo Centro de Investigação Interdisciplinar Egas Moniz (CiiEM) diz que não: a quantidade de açúcar presente em bebidas comerciais percecionada pelos estudantes de saúde é superior ao real teor deste ingrediente nos refrigerantes.  Os resultados baseiam-se num inquérito aplicado a cerca de 200 estudantes da região de Lisboa e Vale do Tejo.

 

Os resultados revelam que bebidas com o Ice Tea, Coca-Cola ou Sumol são percecionadas como tendo uma quantidade de açúcar significativamente superior à que realmente contêm. A título de exemplo, a mediana de teor de açúcar estimado na bebida com gás Coca-Cola regular é de 14,0g (g/100ml) e o açúcar real quantificado é de 10,2g (g/100ml). O mesmo acontece no caso do Ice Tea Lipton, em que são percecionados 10g (g/100ml) de açúcar presente, sendo que a real quantidade é de 4,7g (g/100ml).

 

A situação inverte-se quando estão em análise opções como Tisanas Pleno, águas com sabores sem gás Luso e águas com sabores com gás Pedras. Para estas bebidas, a maioria dos inquiridos acredita que têm significativamente menos açúcar do que realmente existe na sua composição nutricional: os estudantes consideram que Tisanas Pleno contém 4,0g (g/100ml) quando na realidade o açúcar presente é de 6,2g (g/100ml), assim como no caso das Águas com sabores sem gás Luso que contém 5,9g (g/100ml) e o açúcar percecionado é de 4,0g (g/100).

 

Apesar de mais de 60% das respostas referir a importância de consultar a quantidade de açúcar descrita nos rótulos, apenas 16% dos inquiridos revelou consultar sempre os rótulos das bebidas, sendo que 11% disse mesmo nunca consulta a quantidade de açúcar das bebidas no momento da compra.
© 2018 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview