FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Imagem Desdobramento
Saúde
No Dia dos Namorados, o melhor presente que pode dar é um coração saudável
"O melhor presente que podes dar é o teu coração" é a mensagem da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC) que, no Dia dos Namorados, também Dia Nacional do Doente Coronário (14 de fevereiro), lança uma campanha e alerta para importância de um coração saudável. 

 

As doenças cardiovasculares têm ocupado, ao longo dos anos, o primeiro lugar nas causas de morte em Portugal, sendo que a doença arterial coronária representa mais de um terço das causas. Esta é provocada por placas de gordura que se vão acumulando ao longo do tempo nas paredes das veias e artérias (aterosclerose) e que as vão estreitando, impedindo uma correta circulação do sangue. Desta forma, o músculo cardíaco não recebe oxigénio suficiente nem os nutrientes necessários ao seu funcionamento, o que poderá causar angina de peito ou enfarte agudo do miocárdio.

 

Os fatores de risco mais frequentemente associados à doença coronária são o sedentarismo e uma alimentação inadequada, que têm como consequência o excesso de peso, a pressão arterial elevada e a diabetes. Adicionalmente, o tabagismo é também um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da doença coronária e é responsável por cerca de 20% das mortes relacionadas com esta doença. Alguns dos fatores de risco não são passíveis de serem modificados, tais como os fatores genéticos e a história familiar; o sexo masculino e a idade avançada estão também diretamente ligados ao desenvolvimento desta doença. A doença coronária tende a ser diagnosticada cerca de 10 anos mais tarde na mulher, quando comparado com o homem, devido às hormonas segregadas durante a idade fértil e que são um fator protetor. Após a menopausa, o risco das mulheres aumenta e aproxima-se progressivamente do risco cardiovascular dos homens.

 

Importa salientar que a doença coronária nem sempre apresenta sintomas, ou seja, o primeiro sinal poderá ser um enfarte agudo do miocárdio e, neste caso, a probabilidade de um evento fatal é de cerca de 30%. No entanto, a maioria das pessoas pode apresentar alguns sintomas de alerta, tais como falta de ar, fadiga constante e dor ou desconforto na zona torácica (angina de peito) que pode estender-se ao braço e pescoço. A prevenção da doença coronária é conseguida através da adoção de hábitos saudáveis tais como a cessação do tabagismo, uma boa alimentação e a prática de exercício físico, tendo sempre em conta as limitações de cada doente. Contudo, este objetivo só será atingido se houver uma educação e sensibilização da população, alertando-a para os perigos das doenças cardiovasculares no geral e da doença coronária em particular.

 

Veja o vídeo da campanha da SPC para assinalar este Dia. 

PUBLICIDADE

© 2018 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview