FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Imagem Desdobramento
Saúde
Quase 14% das pessoas com hipertensão arterial adiciona sal na comida confecionada
Dados do Inquérito Nacional de Saúde com Exame Físico (INSEF), revelados pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), indicam que 1,19 milhões de portugueses costuma adicionar sal ao alimento já confecionado, o que equivale a 17,7% da população portuguesa. O relatório, que estudou 4.911 pessoas, na sua maioria em idade ativa, revela ainda que 13,7% das pessoas diagnosticadas com hipertensão arterial tem o mesmo hábito.

 

Os dados do Inquérito revelam que um em cada cinco homens adiciona sal ao alimento já confecionado, enquanto que, no caso das mulheres, a proporção passa a ser de uma em sete. O Algarve é a região onde este hábito é mais frequente, com 35,8%, sendo o grupo etário dos 25 aos 34 anos aquele que mais adiciona sal aos alimentos confecionados.

 

Outras conclusões do Inquérito indicam que este consumo é mais elevado nas pessoas empregadas (19,6%), seguindo-se os desempregados (16,9%) e os reformados, domésticos ou estudantes (13,6%).

 

Consulte aqui o Inquérito.

PUBLICIDADE

© 2018 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview