FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Imagem Desdobramento
Saúde
Chega a Portugal programa de procriação medicamente assistida que devolve o dinheiro a quem não conseguir ter o bebé

O IVI vem revolucionar a medicina reprodutiva e traz a Portugal a sua nova terapia. A clínica, especialista em procriação medicamente assistida (PMA), desenvolveu o programa IVI Baby, que devolve o dinheiro do tratamento a mulheres e casais que não consigam ter um bebé.

 

Tendo conhecimento de que nesta etapa da vida, na qual se tenta engravidar, a questão económica é um ponto bastante importante, o IVI devolve o dinheiro, caso não haja uma gravidez de termo, com recém-nascido. No caso das despesas derivadas do próprio tratamento como cirurgias ou semelhantes isso não se verifica.

 

 A clínica pretende, desta forma, garantir a tranquilidade das utentes, dando resposta a uma das principais preocupações durante o tratamento reprodutivo, a incerteza.

 

Com o IVI Baby, terá no máximo em 24 meses, o seu bebé em casa. Em casos excecionais e, se for excedido este limite por motivos que não são da responsabilidade da utente, este prazo poderá ser verificado, sempre sob o critério da direção médica da clínica.

 

Quais os requisitos para poder usufruir dos packs IVI Baby?

 

Este programa implica um conjunto de condições de inclusão previamente estabelecidas que definem os utentes que poderão beneficiar desta garantia. IVI Baby FIV, IVI Baby - FIV Plus e IVI Baby Dond D'ovocytes são os três packs disponibilizados pela clínica.

 

O pack IVI Baby FIV, que em Espanha teve uma taxa de sucesso, acumulada, de cerca de 50%, integra um tratamento por fecundação in vitro. Para poder beneficiar deste pack, são vários os requisitos para as mulheres e os homens. Os indivíduos do sexo feminino terão de ter uma idade inferior a 37 anos antes de completar o terceiro ciclo de tratamentos e um índice de massa corporal (IMC) inferior a 30. No caso dos homens, um dos requisitos implica não ter um histórico familiar de doenças que envolva a necessidade de realizar um diagnóstico pré-implantacional.

 

No âmbito do IVI Baby - FIV Plus, é realizado um procedimento de fecundação in vitro e também testes genéticos, de forma a compreender quais os melhores métodos a serem implantados. Entre os vários requisitos, as mulheres que usufruírem deste pack terão de apresentar um histórico de tentativas falhadas do Diagnóstico Genético Pré-implantacional (PGS) em tratamentos de reprodução assistida. 

 

O IVI Baby Ovodon envolve um processo no qual se recorre a óvulos de uma dadora para conseguir engravidar. Um dos requisitos para integrar este programa, implica que a mulher tenha um histórico de tentativas falhadas de tratamentos de reprodução assistida. A idade terá de ser inferior a 48 anos, antes de terminar o último ciclo.

 

Qual a opinião dos especialistas?

 

O presidente do IVI, Prof. Doutor José Remohí, explica que este programa "é um novo conceito orientado para a tranquilidade de os pacientes", acrescentando que a clínica percorre, com os seus clientes, um caminho até à maternidade, "acompanhando-os até ao nascimento do bebé”. O especialista em Medicina da Reprodução, garante ainda que “o principal valor do IVI é ser pioneiro em investigação para poder oferecer as melhores alternativas em medicina reprodutiva".

 

Num comunicado divulgado à comunicação social, o diretor de marketing e comunicação do IVI, Dr. Francisco Torralba, refere que “a meta não é a gestação, mas sim um bebé em casa”. “É a garantia de saber que durante os nove meses de gravidez a mulher conta com esse seguro, e se algo correr mal, voltamos a tentar sem custo adicional, ou se for o caso, devolvemos-lhe o dinheiro à paciente”, explica. O especialista acrescenta que, “após anos de estudos e depois de muitos focus groups realizados para conhecer ao detalhe as inquietações dos utentes no momento de enfrentar esta etapa reprodutiva, verificámos que há um fator que se repete e que é determinante para o sucesso de os tratamentos: a tranquilidade”. Neste sentido, considera que “o IVI Baby é um seguro, uma garantia e o nosso compromisso de tranquilidade”.

 

Também o diretor do IVI Lisboa e IVI Faro, Dr. Sérgio Soares, reforça a mensagem de confiança em relação ao programa IVI Baby.  “Inauguramos uma nova etapa da procriação medicamente assistida (PMA) em que já não basta dar a desejada “beta positiva”, mas em que nos comprometemos com os pacientes até ao nascimento do bebé”. “O IVI Baby é uma garantia de tranquilidade que acredito que será uma mais avalia para os pacientes das nossas clínicas em Portugal”, garante. 

 

Neste momento, o programa IVI Baby encontra-se disponível exclusivamente nas clínicas IVI localizadas em Portugal e em Espanha.

 

Mais informações disponíveis aqui.

 

ivi eb9fb

© 2018 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview