FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Imagem Desdobramento
Saúde
Criada 1.ª rede política global para eliminar VIH/SIDA, hepatites virais e outras doenças infecciosas
O médico e parlamentar português Ricardo Baptista Leite acaba de fundar a Global Parliamentarians Network to End HIV/AIDS, Viral Hepatitis and other Infetious Diseases (UNITE). A organização não governamental, não partidária e sem fins lucrativos conta com o apoio da Organização das Nações Unidas.

 

Num comunicado divulgado à comunicação social, o médico justifica a criação da rede política referindo que “estas epidemias impactam a vida de centenas de milhões de pessoas e representam uma enorme ameaça para a saúde global. Adicionalmente, são promotoras e consequência de desigualdade, discriminação e injustiça social". 

 

O médico sublinha ainda que "são doenças que necessitam de vontade política e de evidência científica capazes de gerar respostas integradas dentro dos sistemas de saúde, ao nível da prevenção, diagnóstico, tratamento e seguimento de resultados". 

 

A UNITE tem como principais objetivos estabelecer metas e recomendações anuais sobre os temas do VIH, hepatites virais e outras doenças infecciosas e assegurar a presença da rede em todos os debates e fóruns de decisão europeus e internacionais – incluindo no desenvolvimento de planos de ação, recomendações de políticas e outros documentos estratégicos. 

 

Outra missão desta rede passa por impulsionar os parlamentares a liderarem reformas políticas centradas numa estratégia de valor, assegurando que os sistemas de saúde respondam às necessidades e preocupações dos doentes, tornando-os sustentáveis, eficientes e seguros.Desta forma, pretende-se acabar com estas epidemias, que constituem ameaças à saúde global até 2030.

 

Recordando o alerta da Organização Mundial da Saúde para a necessidade de um maior compromisso político para que a eliminação seja uma realidade, o especialista refere que o parlamento português acredita que “existem hoje todas as ferramentas necessárias para acabar com estas epidemias. Se não se acaba é porque há falta de conhecimento sobre a evidência científica, falta de recursos e de suporte ao nível de implementação das reformas necessárias ou simplesmente falta de liderança política".

 

Para Ricardo Baptista Leite, a forma de eliminar estas doenças, conforme definido nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, "passa por juntar os representantes da sociedade civil, incluindo as associações de doentes, para que haja uma maior facilidade no acesso e partilha de experiências e boas práticas, e, também, por manter estas doenças no topo da agenda política e mediática". 

 

© 2018 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview