FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Bem-Estar
Noites sem dormir? Saiba mais sobre a insónia
segunda-feira, 20 junho 2016 12:23

De acordo com Ana Peixinho, coordenadora da Unidade de Psiquiatria e Psicologia do Hospital Lusíadas de Lisboa, quem sofre de insónias queixa-se tanto da qualidade como da quantidade de sono.

 

Para estas pessoas é recomendado manter um lugar calmo para dormir e evitar estimulantes.

A especialista explica que existem três tipos de insónias:
-Insónia inicial: dificuldade em iniciar o sono;
-Insónia intermédia: dificuldade em manter o sono, com despertares frequentes durante a noite ou dificuldade em adormecer depois de acordar;
-Insónia terminal: despertar precoce de manhã, com incapacidade de voltar a adormecer.

As principais causas desta patologia relacionam-se com o stress, nomeadamente preocupações com o trabalho, estudos, Saúde ou família, para além de eventos traumatizantes como a morte ou doença de um ente querido, divórcio e desemprego. Também estados de ansiedade, depressão, condições médicas, como dores crónicas, maus hábitos, o uso de substâncias e o facto de se jantar muito tarde podem levar a estados de insónia, entre outras complicações de Saúde.

No que respeita às consequências que advêm da privação do sono, a coordenadora enumera algumas como a sonolência diurna, sensação generalizada de mal-estar, stress e ansiedade.

Para quem sofre deste mal, antes de tratar a insónia com fármacos deve verificar se colocou em prática as seguintes medidas de higiene do sono:
– Aumentar o exercício durante o dia, mas não próximo da hora de dormir;
– Eliminar a sesta;
– Reduzir o consumo de cafeína e álcool, especialmente antes da hora de dormir;
– Não usar a cama para outras atividades que não dormir;
– Implementar horários regulares de deitar e levantar.

Excluídas as causas tratáveis de insónia, podem ser utilizados fármacos hipnóticos para o seu tratamento.

Fonte: Lusíadas

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview