FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Bem-Estar
Investigadores alertam para o impacto das creches no desenvolvimento dos bebés
terça-feira, 17 janeiro 2017 11:47
Logo no primeiro mês de frequência da creche, os bebés em Portugal passam, em média, sete horas por dia naqueles estabelecimentos escolares, o que perfaz 40 horas semanais, representando mais do que a média europeia (26 horas semanais). A conclusão é de um estudo cujo objetivo é compreender a transição dos bebés para a creche, tendo em conta variáveis como a comunicação família-creche, a qualidade dos contextos e a adaptação do bebé.

 

O estudo, intitulado “Transição dos bebés para a creche: comunicação família-creche, qualidade dos contextos e adaptação do bebé”, está a ser desenvolvido pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP), pelo Instituto Politécnico do Porto (IPP) e pela Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos da América.

 

De acordo com a investigação, ter uma educadora de infância na sala de berçário e promover uma boa comunicação entre a creche e a família podem fazer a diferença na adaptação dos bebés. O estudo indica ainda que, de um modo geral, os responsáveis pelas creches mostram seguir as práticas consideradas adequadas, nomeadamente reunir com os pais, preencher informações sobre a criança e fornecer dados sobre a instituição, transmitindo confiança no bem-estar dos bebés.

 

A investigação permitiu compreender, no entanto, que havia uma tendência para a qualidade das interações adulto-criança diminuir ao longo do tempo, devido ao número de bebés na sala. Esta situação acentua-se no decorrer da manhã, devido ao cansaço e à chegada da hora de almoço.

 

De facto, apenas 31% das instituições participantes na investigação tinham uma educadora de infância indicada como responsável pela sala dos bebés. Destas, apenas 15 tinham uma educadora de infância a trabalhar a tempo inteiro, cujo papel é fundamental para envolver ativamente as crianças.

 

No estudo participaram 90 crianças (com menos de 12 meses), os seus pais e profissionais de 90 creches do distrito do Porto. Com base em entrevistas, questionários e observações, a análise foi feita antes da entrada na creche, durante o primeiro mês do bebé e cinco/seis meses mais tarde.

 

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview