FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Bem-Estar
Menos Sal Portugal: estudo científico inédito recebe cerca de 1.500 candidaturas
sexta-feira, 17 maio 2019 11:12

Através de um estudo de intervenção integrado no Programa Menos Sal Portugal, cerca de 1.500 pessoas submeteram a sua candidatura ao processo de recrutamento de voluntários para a primeira avaliação à população portuguesa sobre o consumo de sal e as suas consequências. O principal intuito da iniciativa, inédita em Portugal, visa avaliar o impacto dos hábitos de consumo de sal na saúde, traçando as melhores estratégias de intervenção na sua redução.

 

Após visitas de avaliação inicial e de recrutamento, que apuraram se os candidatos cumpriam os critérios de inclusão para integrarem o estudo científico, 231 participantes já realizaram a primeira visita de intervenção.
 
Todos os participantes se mostram motivados e cooperantes com o protocolo do estudo, que implica a realização de medições e análises clínicas que permitem avaliar a evolução do impacto na saúde da redução do consumo de sal. Manifestaram interesse em compreender e aplicar no seu dia-a-dia os ensinamentos dos conteúdos de promoção de hábitos de vida saudáveis veiculados em consulta.
 
Esta primeira visita de intervenção permitiu, ainda, aos investigadores traçarem a caracterização da amostra: “participantes maioritariamente do sexo feminino, as idades variam entre os 21 e os 70 anos de idade, sendo a média de idades de 44 anos e a maioria tem excesso de peso ou obesidade”, refere Conceição Calhau, investigadora neste estudo.
 
Relativamente às conclusões do estudo, estão tão previstas ser conhecidas no final de setembro, momento em que os investigadores esperam encontrar melhorias na saúde dos participantes e promover medidas que visem a redução do consumo excessivo de sal. Pretendem também que alterações de comportamentos, com benefícios para a saúde, se instalem quer nos voluntários e respetivos agregados familiares, quer em toda a população.
 
A coordenação deste estudo de intervenção integrado no Programa Menos Sal Portugal, está a cargo de Conceição Calhau, professora da NOVA Medical School, investigadora do CINTESIS e coordenadora da Unidade Universitária de Lifestyle Medicine da CUF e de Jorge Polónia, professor na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, investigador do CINTESIS, médico especialista em Medicina Interna e hipertensão arterial do Hospital CUF Porto, membro da Direção da Sociedade Europeia da Hipertensão.

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview