FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Dicas
Leguminosas: uma escolha saudável e económica
quinta, 25 fevereiro 2016 11:02

As leguminosas dividem-se em duas categorias: os grãos (feijão, grão-de-bico, fava, tremoço, ervilha e lentilha, por exemplo) e as oleaginosas (soja e amendoim). Caracterizam-se por fornecerem nutrientes como proteínas e hidratos de carbono, assim como fibras, vitaminas, sobretudo B, e minerais, como ferro e cálcio. Podem ser utilizadas como substitutos da carne, peixe ou ovos devido à sua composição em proteína. 

Contudo, é importante ressalvar que as proteínas de origem vegetal não apresentam elevado valor biológico como as de origem animal, ou seja, não têm na sua composição todos os aminoácidos essenciais e, por isso, devem ser complementadas com outros alimentos fornecedores de proteínas, como os cereais (arroz, por exemplo).

A Roda dos Alimentos recomenda um consumo diário de uma a duas porções de leguminosas, sendo que uma porção representa uma destas opções:

  • uma colher de sopa de leguminosas secas cruas (ex.: feijão)
  • três colheres de sopa de leguminosas frescas cruas (ex.: ervilhas, favas)
  • três colheres de sopa de leguminosas secas/frescas cozinhadas

Para além disso, vários estudos científicos associam o consumo de leguminosas à prevenção e melhoria de diversas patologias como as doenças cardiovasculares, a diabetes mellitus, a doença inflamatória intestinal e o cancro do cólon.

Outro aspeto importante a ter em conta é que estes alimentos são também bastante mais económicos comparativamente a outras fontes de proteína, como a carne e o peixe.

Fonte: Activa

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview