FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Dicas
Saiba como reduzir o consumo diário de sal
segunda-feira, 09 janeiro 2017 12:31
O sal é um dos condimentos mais utilizados, não só em Portugal mas a nível mundial. Estima-se que os adultos consumam diariamente uma quantidade de sal duas vezes superior à recomendada, e as crianças consumam quantidades quatro vezes superiores. De acordo com dados da Sociedade Portuguesa de Hipertensão (SPH), se o consumo diário individual de sal reduzisse em dois gramas, a taxa de AVC reduziria entre 30% a 40% nos cinco anos seguintes.

 

Estima-se que em Portugal 42,2% da população adulta é hipertensa, e deste grupo, apenas 42,6% tem a doença controlada. Tais dados, associados ao facto de as doenças cardiovasculares serem a principal causa de morte em Portugal, demonstram a elevada importância que o controlo da ingestão de sal adquire na atualidade.

 

Existem algumas medidas que facilitam a redução no consumo diário de sal:

 

- Leia os rótulos dos alimentos no momento da compra, comparando diferentes versões do mesmo alimento e preferindo sempre as opções com menor teor de sal;

 

- Evite o consumo regular de produtos de conserva. Quando os consumir, verta o líquido de conserva, rico em sal, e passe a porção do alimento a consumir por água corrente;

 

- Evite o consumo regular de produtos que passaram por um processo de salga. Quando os consumir, demolhe bem o alimento previamente à sua confeção, garantindo a libertação de grande parte do sal;

 

- Evite o consumo regular de produtos de charcutaria, bem como de snacks e produtos salgados e embalados (batatas fritas, frutos secos torrados e salgados, etc.);

 

- Evite o consumo regular de refeições já pré-confecionadas e congeladas;

 

- Reduza gradualmente a quantidade de sal que adiciona às suas refeições, quer no momento da confeção, quer no momento de consumo. Esta redução gradual permite uma adaptação também gradual ao sabor dos alimentos, facilitando a adaptação. Não colocar o saleiro na mesa no momento da refeição, e utilizar colheres de café e de chá para medir o sal adicionado são medidas que podem ajudar na concretização deste objetivo;

 

- Substitua o sal pelas ervas aromáticas (salsa, coentros, alecrim, louro, orégãos, cebolinho, tomilho) e pelas especiarias (pimenta, açafrão, gengibre, cominhos, noz moscada, canela). Tanto as ervas aromáticas como as especiarias conferem cor e sabor intensos para pequenas quantidades utilizadas, sendo por isso a sua utilização culinária acompanhada de um valor energético diminuto. Muitos são ainda ricos em antioxidantes, enriquecendo as refeições não só a nível organolético mas também a nível de benefícios para o organismo.

 

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview