FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Dicas
Saiba como evitar intoxicações alimentares
quarta-feira, 17 janeiro 2018 09:49

A maior parte das intoxicações alimentares são causadas por micro-organismos patogénicos que se multiplicam e/ou produzem toxinas nos alimentos. Saiba como prevenir este tipo de intoxicações que podem ter consequências graves para a saúde.

 

As crianças, os idosos e os doentes crónicos são os grupos mais vulneráveis às intoxicações alimentares e, por isso, devem ter uma atenção redobrada. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, estima-se que cerca de 2 milhões de mortes por ano estejam relacionadas com intoxicações causadas por água ou alimentos.
 
Os sintomas não são iguais em todas as intoxicações alimentares, uma vez que dependem do microrganismo que as originam. No entanto, dores de estômago, vómitos e diarreia são os sintomas mais frequentes. De uma forma geral, a sintomatologia surge 24 a 72 horas após a ingestão do alimento.
 
Conheça os principais erros feitos na cozinha que podem originar uma intoxicação alimentar:


1) Má higiene dos utensílios e das superfícies.
2) Não dividir os alimentos crus dos alimentos cozinhados.
3) Utilizar os mesmos utensílios para os alimentos crus e os cozinhados.
4) Alimentos mal cozinhados.
5) Não proceder à desinfestação dos alimentos que vão ser consumidos crus.
6) Colocar os alimentos a temperaturas desadequados.
7) Não guardar as sobras das refeições no frigorífico.
8) Beber água que não é potável.
9) Utilizar matérias-primas não seguras.
10) Comer, fumar, tossir ou espirrar enquanto se cozinha.

 
Saiba agora o que fazer, para prevenir as intoxicações alimentares:


1) Manter a limpeza dos utensílios e superfícies.
2) Manter os alimentos crus separados dos alimentos cozinhados e utilizar utensílios diferentes para ambos.
3)Cozinhar bem os alimentos, em especial os ovos e a carne de frango.
4) Desinfetar bem os alimentos, especialmente os ovos e a carne de frango, e os alimentos a consumir a cru, como saladas e fruta.
5) Usar águas e matérias-primas seguras.
6) Manter os alimentos em temperaturas seguras e conservar as sobras no frigorífico.

 
Durante o verão é preciso ter um cuidado redobrado, uma vez que as temperaturas elevadas favorecem a multiplicação dos micro-organismos presentes nos alimentos.

 

Fonte: Rota da Saúde, Lusíadas 

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview