FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Dicas
Saiba em quais alimentos deve apostar para acabar finalmente com a carência de ferro
terça-feira, 17 abril 2018 11:24
A carência de ferro é a deficiência nutricional mais comum em todo o mundo, tendo várias consequências para a sua Saúde como sensação de fraqueza e cansaço, baixo rendimento e enjoos e náuseas. Saiba em quais alimentos deve apostar para dizer não a este problema mundial.

 

O ferro é um nutriente essencial à Saúde e está presente em alimentos de origem vegetal e animal, encontrando-se, por exemplo, presente na carne, nas leguminosas e nos ovos. É graças ao ferro, contido na hemoglobina (proteína dos glóbulos vermelhos), que o oxigénio chega às células do nosso corpo.

É graças ao ferro, contido na hemoglobina (proteína dos glóbulos vermelhos), que o oxigénio chega às células do nosso corpo. De acordo com a nutricionista Lillian Barros, da Unidade de Nutrição Clínica da Clínica Lusíadas Faro, “as principais funções do ferro verificam-se essencialmente ao nível da formação da hemoglobina e da respiração celular, estando por este motivo diretamente associado aos níveis de energia e fadiga do indivíduo”. O ferro é também responsável pelo crescimento, desenvolvimento e funcionamento celular normal.  

Alimentos ricos em ferro. Quais são?

 

De forma a prevenir carências nutricionais, é necessário incluir na sua dieta os seguintes alimentos ricos em ferro:

 

Alimentos com ferro hémico (mais facilmente absorvido pelo organismo e por isso mais indicado para quem tem anemia):

 

– Gema de ovo;

 

- Carne;

 

- Vísceras.

 

Alimentos com ferro não-hémico (de absorção mais lenta):

– Grão de bico;

 

– Feijão;

 

– Ervilhas;

 

– Lentilhas;

 

– Espinafres;

 

– Couve-portuguesa.

 

Como a nutricionista explica, “a grande diferença entre estes grupos é o tipo de ferro de cada um deles. Nos alimentos de origem animal trata-se de um ferro hémico, enquanto nos restantes, de origem vegetal, o ferro é não-hémico (menos biodisponível)”.

 

Fonte: Lusíadas

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview