FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Dicas
Picadas de peixe-aranha: o que se deve fazer?
sexta-feira, 27 julho 2018 12:25
Com a chegada do verão, muitos banhistas são picados por peixes-aranha, peixes acastanhados e esguios, muito comuns na costa portuguesa. Se tiver sido picado por um peixe-aranha não recorra a analgésicos em spray e coloque o pé em água quente. Se tiver náuseas e vómitos, vá às urgências.
Em Portugal, a maioria dos casos envolve peixe-aranha menor, espécie que possui espinhos venenosos no dorso e nos opérculos branquiais. Quando estes se cravam na pele provocam dores intensas, inchaço e hemorragia.

 

Como se escondem na areia, a poucos centímetros de profundidade, à espreita das presas, passam despercebidos na água e muitas pessoas acabam por pisá-los de forma inadvertida. O que fazer nesses casos? Ir logo ao hospital? Usar um analgésico? André Villarreal, coordenador da Unidade de Atendimento Urgente do Hospital Lusíadas Albufeira, recomenda três tratamentos caseiros e explica quais são as situações em que deve ir ao hospital.

 

O que fazer?

 

Comece por se acalmar e, se possível, peça ajuda ao nadador-salvador. Se conseguir identificar as espinhas cravadas na pele, tente retirá-las o mais rapidamente possível. Em caso de hemorragia localizada, tente usar umas luvas (pergunte ao nadador-salvador se tem um par) e esprema a zona de forma moderada para retirar a maior quantidade de veneno possível. Depois, opte por um dos seguintes tratamentos:

 

– Coloque o pé em água quente, durante pelo menos 30 minutos. O ideal é que a temperatura da água esteja acima dos 40ºC, para que o veneno se decomponha com o calor. Tenha cuidado para não se queimar;
– Aproxime a ponta de um cigarro ou de um isqueiro – a 2 ou 3 centímetros de distância – para aliviar a dor e reduzir as toxinas da picada;

 

– Faça uma caminhada na praia, na zona mais quente do areal, longe da beira-mar. À semelhança dos tratamentos anteriormente sugeridos, as toxinas decompor-se-ão devido à temperatura elevada. Esta é a solução menos cómoda, porque pode intensificar a dor, já que o membro afetado está em contacto com o solo.

 

Apesar de algumas pessoas recorrerem a analgésicos em spray, como o cloreto de etilo – muitas vezes fornecido pelos nadadores-salvadores –, a sua utilização está contraindicada. “Ao início acalma a dor por vasoconstrição, mas não impede que o veneno do peixe-aranha continue a circular na corrente sanguínea. Assim que o efeito do medicamento passar, a dor e o mal-estar voltarão, pelo que é imprescindível iniciar o tratamento com calor”, explica André Villarreal.

 

Há ainda também quem acredite que urinar em cima da picada é benéfico. O médico diz que é um mito. “O xixi não tem calor suficiente para decompor o veneno – não tem uma temperatura superior a 40 graus”, explica.

 

É sempre preciso ir ao hospital?

 

A maioria das pessoas picadas por peixe-aranha não precisa de ir ao médico para tratar o problema. Alguns banhistas, porém, desenvolvem hipersensibilidade ao veneno. Além das dores, sofrem hemorragias e apresentam edema na zona afetada. Nesses casos, e para evitar situações de risco de vida, devem recorrer ao serviço de urgência. Estes são os sintomas a que deve estar atento e que devem levá-lo à unidade hospitalar mais próxima:

– Náuseas e tonturas;

– Dor intensa e permanente, tendo feito o tratamento com calor;

– Febre persistente após as primeiras 24 horas;

– Vómitos;

– Dores de cabeça;

– Hipersudorese (suor excessivo);

– Contratura muscular na zona da picada;

– Espinho visível na pele (o mesmo deve ser retirado para que se desinfete a pele e faça um penso).

 

Em que situações se deve chamar o 112?

Recorra de imediato à linha de atendimento de emergência se apresentar:

– Dispneia (falta de ar);

– Perda de consciência;

– Convulsões;

– Rash cutâneo intenso (manchas vermelhas na pele);

– Edema (inchaço), com alteração da voz;

– Dor no peito.

 

Como evitar a picada de peixe-aranha?

 

Compre sapatos próprios para andar na água, com solas de plástico, como forma de proteger os pés dentro de água. Estão à venda em lojas de desporto e grandes superfícies comerciais.

 

Em suma: após uma picada de peixe-aranha, tente retirar o veneno e inicie um tratamento com calor. Se tiver sintomas de alergia ou hipersensibilidade, peça ajuda ao seu médico.

Fonte: Lusíadas

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview