FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Dicas
Síndrome de burnout: esteja atento aos sinais de alerta
segunda-feira, 24 junho 2019 11:50
A Síndrome de burnout surge como resposta à exposição prolongada de pressão emocional e stress laboral, a nível físico e psicológico. Profissionais de ajuda ou que trabalhem diariamente com pessoas a quem prestam serviço estão mais predispostos a desencadear esta síndrome, embora pessoas em qualquer tipo de atividade profissional possam sofrer desta patologia. O Hospital da CUF partilha alguns sinais de alerta. 

 

Problemas físicos
Sintomas como problemas gastrointestinais, enxaquecas, fadiga profunda e crónica, dores e tensão muscular, taquicardia, sensação de falta de ar, tonturas, sudorese, tensão arterial elevada, problemas cardiovasculares, alterações do sono (sobretudo insónia) e do apetite e fragilização da resposta imunitária são alguns sintomas físicos que podem indiciar o surgimento da síndrome.
 
Problemas emocionais
A nível emocional, esteja atento a sentimentos de tristeza, apatia, alienação, frustração, raiva, tédio, perda do sentimento de pertença, sensação de injustiça e falta de recompensa. Andar mais irritável e ansioso são também sinais de alerta, assim como a depressão e a baixa autoestima.
 
Problemas cognitivos
Se sente problemas de concentração e atenção enquanto trabalha, saiba que deve estar atento a estes sinais. Queixas amnésicas, confusão, menor criatividade e pensamentos persistentes acerca do trabalho, tais como hipervigilância e necessidade de controlo, não são hábitos saudáveis para a sua saúde.
 
Problemas comportamentais
Também a nível comportamental existem fatores a que deve estar atento: se se sente mais impulsivo e agressivo no trabalho e vive com uma atitude crítica e reativa perante os desafios, deve refletir acerca do seu bem-estar no local de trabalho. O abuso ou aumento do consumo de substâncias como tabaco, álcool, drogas ou medicação também não é aconselhável.
 
Problemas sociais
No que toca à relação com os seus colegas de trabalho, os sintomas são claros: isolamento, relações distanciadas ou com menor envolvimento e empatia, maior sarcasmo ou cinismo nas relações, problemas de relacionamento familiar ou menor convívio com amigos revelam sinais de alerta. Esteja atento.
 
Problemas existenciais
Se tem colocado em causa os seus valores e crenças ou sente necessidade de redefinir a sua vida e prioridades pessoais, saiba que são sintomas desta síndrome. Sentimentos de raiva e revolta dirigidas à vida e alteração da visão que se tinha do ser humano são também sinais frequentes.
 
Problemas laborais
Se vai trabalhar sem vontade e sente que as tarefas são realizadas sem motivação e eficácia, fique atento. Portadores desta síndroma tendem a chegar atrasados ao local de trabalho e a dar um maior número de erros. Vivem também com vontade em despedir-se e com baixa realização profissional.

 

Fonte: CUF

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview