FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

No Dia Mundial do AVC, que se assinala hoje, o Vital Health conversou com Luísa Fonseca, coordenadora da Unidade AVC do Centro Hospitalar São João, que refere que “o  acidente vascular cerebral (AVC) pode ser evitado ou tratado em cerca de 80% dos casos”. Nesta entrevista, a especialista explica quais os sintomas associados a esta emergência médica, o procedimento perante o AVC e qual o panorama do seu tratamento em Portugal.

 

Publicado em Entrevistas
A partir de dezembro vai ser testada uma solução tecnológica para reabilitação física de vítimas de acidente vascular cerebral (AVC), realizada em casa, que será acompanhado de forma remota por profissionais de saúde. Numa primeira fase o teste será realizado com doentes em dois hospitais, um em Espanha e outro na Holanda.

 

Publicado em Saúde
A Portugal AVC – União de Sobreviventes, Familiares e Amigos, viu no dia 30 de novembro o seu trabalho distinguido pela Aliança Europeia para o AVC (SAFE), entidade europeia que agrupa as organizações constituídas maioritariamente por sobreviventes de acidente vascular cerebral (AVC) ou que a estes e suas famílias dedicam grande parte da sua atividade, em mais de 30 países. A entrega do prémio decorreu em Berlim.

 

Publicado em Saúde
Por hora, três portugueses sofrem um acidente vascular cerebral (AVC), sendo que um deles não sobrevive e, dos restantes, metade ficará com sequelas incapacitantes. O AVC continua a ser a principal causa de mortalidade e incapacidade em Portugal. Para compreender a realidade nacional e definir uma estratégia de combate ao AVC a curto e médio prazo, a Sociedade Portuguesa do AVC (SPAVC) reúne especialistas nacionais e internacionais no seu congresso anual para um debate abrangente e que se pretende esclarecedor, que arranca nesta semana.

 

Publicado em Iniciativas

O Encontro Portugal AVC decorre na tarde do dia 13 de abril, no Fórum Lisboa, na Avenida de Roma, em Lisboa. "Juntos para superar" é o mote do encontro dirigido a sobreviventes de AVC, familiares, cuidadores, profissionais de saúde e outros interessados. 

 

Publicado em Iniciativas

A pergunta “Como prevenir o acidente vascular cerebral (AVC)?” tem tanto de importante como de pertinente! É extremamente importante, pois compreende todas as estratégias que possam em conjunto prevenir a ocorrência da doença que é ainda a principal causa de morte e incapacidade em Portugal! A sua pertinência explica-se bem pelo facto dos estudos epidemiológicos relatarem que até 80% dos AVCs poderiam ter sido prevenidos! Este valor é assustador e deve obrigar-nos a todos enquanto sociedade e como pessoas individuais a refletir e adotar estratégias que permitam esta redução.

 

Publicado em Opinião

Todos os anos, celebra-se o Dia Nacional do Doente com AVC, a 31 de março, com o intuito de alertar a população para a realidade do acidente vascular cerebral (AVC) em Portugal. Para além da aposta nas medidas de prevenção e na divulgação dos sinais de alerta e fatores de risco de AVC, a efeméride surge também para relembrar o determinante papel desempenhado pela reabilitação pós-AVC na recuperação e reintegração dos sobreviventes.

 

Publicado em Saúde
Estima-se que, em todo o mundo, uma em cada seis pessoas sofre de um acidente vascular cerebral (AVC). A cada hora que passa, três portugueses confrontam-se igualmente com esta emergência médica. Apesar de ser um dos maiores problemas de Saúde Pública da atualidade, bem como um dos grandes desafios da Medicina, o AVC pode, em grande parte dos casos, ser prevenido.

 

Publicado em Opinião
quinta-feira, 30 maio 2019 17:20

Tabaco e acidente vascular cerebral (AVC)

O fumo de tabaco tem efeitos agressivos e rápidos sobre o sistema cardiocirculatório, tornando o sangue mais espesso, ativando a agregação das plaquetas sanguíneas e favorecendo a formação de coágulos, estreitando as artérias e reduzindo o transporte do oxigénio do sangue para os tecidos. Os fumadores são também mais propensos a ter hipertensão arterial e colesterol elevado. Deste modo, fumar duplica o risco de ter um AVC, mesmo fumando poucos cigarros. Para além disso, a exposição dos não fumadores ao fumo de tabaco também causa AVC, aumentando em 30% o risco. Se é fumador e já sofreu um AVC, ou tem outros fatores de risco para AVC, coma hipertensão arterial, diabetes, colesterol elevado, arritmia ou outra doença cardíaca, ou se é mulher e faz anticoncepção hormonal, deixar de fumar é muito importante: o risco de AVC ou de AVC recorrente é demasiado grande se continuar a fumar.
Publicado em Opinião

Uma em cada sete mortes por acidente vascular cerebral (AVC) pode ser consequência da falta de frutas e legumes na dieta e uma em cada 12 mortes por doenças cardiovasculares pode resultar também da falta de verduras nos regimes alimentares.

 

 

Publicado em Saúde
Pág. 4 de 5

PUBLICIDADE

"Fumar é uma droga"

"Fumar é uma droga"

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview