FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Entrevista
Doença alérgica: qualidade de vida das crianças afetada por subdiagnóstico e subtratamento
Por: Libério Ribeiro, presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia Pediátrica (SPAP)
Doença alérgica: qualidade de vida das crianças afetada por subdiagnóstico e subtratamento

artigo Ribeiro Dr. Liberio alergo1 4373c"Tratar precocemente é melhorar o prognóstico, minorar as complicações, alterar a marcha natural da doença alérgica, fazer a criança crescer em harmonia e alegria com os seus pares e família", afirmou em entrevista ao Vital Health Libério Ribeiro, presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia Pediátrica (SPAP).

 

 

Nas vésperas de arrancar o 2º Congresso da Sociedade Portuguesa de Alergologia Pediátrica (SPAP), Libério Ribeiro aborda muitas outras questões relacionadas com o evento e com a sociedade científica.

 

Vital Health | Poderia fazer um balanço dos dois anos de existência da Sociedade Portuguesa de Alergologia Pediátrica (SPAP)?
Libério Ribeiro | Passado mais um ano estamos a promover 2º Congresso da Sociedade Portuguesa de Alergologia Pediátrica (SPAP). Nestes dois anos de existência organizamos vários cursos de formação pós-graduada, não só para médicos pediatras, mas também para enfermagem. Destacamos o 2º Curso de Formação Avançada em Alergologia Pediátrica, em colaboração com o Instituto de Ciências da Saúde, da Universidade Católica Portuguesa, que decorreu de Outubro de 2012 a Maio de 2013, englobando 8 módulos, de 8 horas cada, com testes de avaliação e apresentação de trabalhos no final. Durante o ano de 2012 realizámos 8 Cursos de "Formação em Alergia Alimentar", em colaboração com a Milupa-Danone, dirigidos ao sector da enfermagem, em particular dos cuidados primários. Em 2013 realizaremos mais 8 Cursos "Da Alergia Alimentar à Alergia Respiratória", dirigidos a internos de pediatria e enfermeiros.

 

Vital Health | Poderia mencionar um desafio ultrapassado?
LR | Respondemos a todos os desafios que nos foram feitos, contribuindo para a afirmação e desenvolvimento da Alergologia Pediátrica, participando em reuniões, congressos, grupos de trabalho ou comissões. A Alergologia Pediátrica terá de estar, como parceiro indispensável, em todos os foros onde se trate da saúde e bem-estar da criança alérgica. Só quem conhece as diferentes etapas do desenvolvimento da criança e das suas particularidades, poderá contribuir para soluções correctas que a ela digam respeito. Este ano também inaugurámos o sítio da nossa Sociedade: spaponline.pt

 

Vital Health | Quais os principais projetos para o futuro da SPAP?
LR | Como projetos futuros queremos continuar a afirmar a nossa Sociedade
mantendo a formação contínua dos seus associados e daqueles que exercem a sua atividade nesta área. Queremos estender a nossa acção à escola (professores, auxiliares de educação e alunos), procurando um maior conhecimento da doença alérgica e das condutas a ter para a sua prevenção e tratamento, em particular nas situações de emergência. Aliás, no 2º Congresso da SPAP, teremos uma exposição de desenhos feitos por alunos de diferentes graus de ensino, sobre os direitos da criança com doença alérgica, embrião da futura colaboração com as escolas.

 

Vital Health | Com que objetivo foi criado o concurso de desenho?
LR | Os objetivos com a realização do Concurso de Desenho "Os Direitos da Criança Alérgica" são vários: envolver a Escola na problemática das doenças alérgicas, patologia muito prevalente na idade infantil (1 em cada 4 crianças é alérgica), alertar para os direitos da criança, muitas vezes esquecidos, porque as crianças não votam, nem têm sindicatos, nem fazem manifestações, tanto por parte dos professores, como dos pais e das próprias crianças.
Esperamos que este Concurso seja a meta de partida para muitas outras realizações a nível das escolas, procurando uma sensibilização para as doenças alérgicas, muitas vezes subestimadas, subdiagnosticadas e subtratadas, com implicações na qualidade de vida das crianças e família. Tratar precocemente é melhorar o prognóstico, minorar as complicações, alterar a marcha natural da doença alérgica, fazer a criança crescer em harmonia e alegria com os seus pares e família.

 

Vital Health | No geral, o que é que a segunda edição do Congresso apresenta de novo em relação à primeira?
LR | É o corolário lógico do primeiro procurando desenvolver temas da actualidade, como as doenças alérgicas e crise económica, a asma e pobreza, a asma e obesidade, imunodeficiências – novos diagnósticos e novas terapêuticas, impacto socioeconómico da rinite, prevenção da doença alérgica, asma e desporto, qualidade do ar nos infantários.
Teremos uma Sessão Especial Luso-Espanhola, sobre "Alergéneos Moleculares" à semelhança do que foi feito no Congresso da Sociedade Espanhola de Imunologia Clínica e Alergia Pediátrica (SEICAP), que se realizou em Ávila, Espanha, nos dias 16 a 18 de Maio, onde houve uma Sessão Especial Hispano-Lusa, sobre "Prevenção das Doenças Alérgicas", na qual participei, apresentando o tema "Prebióticos e Probióticos – Moduladores da Doença Alérgica?".

 

© 2018 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview