FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Entrevista
Mudanças de estilo de vida insuficientes conduzem a tratamento farmacológico
terça-feira, 19 maio 2020 12:51
Por: Manuel Carrageta, presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC)
Mudanças de estilo de vida insuficientes conduzem a tratamento farmacológico
A hipertensão arterial (HTA) é o problema de Saúde Pública mais importante em Portugal, sendo responsável por elevado número de mortes e complicações cardiovasculares.
 
A adoção de um estilo de vida saudável é não só benéfico em termos de prevenção e controlo da HTA, assim como da saúde em geral. Existe todo um conjunto de erros no estilo de vida que condicionam, nos indivíduos suscetíveis, o aparecimento e/ou até mesmo o agravamento da HTA ou suas complicações.
 
Quando as medidas de estilo de vida forem insuficientes, teremos de recorrer aos fármacos. No entanto, há que ter presente que os fármacos não curam a HTA, somente a controlam. Por isso, uma vez iniciado, o tratamento medicamentoso deverá ser mantido por toda a vida.
 
Um dos aspetos por vezes esquecido é de, no doente hipertenso, ser necessário controlar também os fatores de risco associados, tais como a obesidade, o tabaco, o álcool, o sedentarismo, que são tão frequentes nestes doentes.
 

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview