FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Um estudo recente veio revelar que os vapores emitidos por cigarros eletrónicos representam menor risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e pulmonares, quando comparados com o fumo libertado pelos cigarros ditos convencionais. Os resultados foram apresentados durante o 58.º Encontro Anual da Sociedade de Toxicologia, em Baltimore, pela Philip Morris International (PMI) e reforçam as evidências de que o uso alternativo por parte dos fumadores de produtos de administração de nicotina sem combustão, que libertam níveis de compostos tóxicos menores, poderão constituir uma estratégia eficaz de redução dos malefícios causados pelo consumo de produtos de tabaco convencionais, regra geral combustíveis. 

Publicado em Saúde
Atualmente, há mais de mil milhões de fumadores em todo o mundo e esse número irá manter-se num futuro próximo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). Em entrevista ao Vital Health, Gizelle Baker, diretora do departamento de Scientific Engagement da Philip Morris International (PMI) explicou o seu percurso profissional, a aposta em investigação e desenvolvimento científico da PMI para reduzir os riscos associados ao consumo de tabaco, como a criação do Sistema de Aquecimento de Tabaco (SAT). Esclareceu ainda as diferenças entre o SAT, os cigarros e outros produtos alternativos aos cigarros.

 

Publicado em Entrevistas

PMI Science

PUB

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview