FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Iniciativas
Dia Mundial da Psoríase: doença afeta relações pessoais
quinta-feira, 27 outubro 2016 14:07

Para assinalar o Dia Mundial da Psoríase, a PSO Portugal - Associação Portuguesa da Psoríase, com o apoio da Lilly Portugal, organiza uma mesa redonda em torno do tema “O Impacto Psicossocial da Psoríase em Portugal: Onde estamos e para onde queremos ir?”, amanhã, 28 de outubro, pelas 10h00, no restaurante Can the Can, na Praça do Comércio.

 

O encontro junta profissionais de saúde, doentes e representantes da indústria farmacêutica para, num tom informal e descontraído, debater os principais desafios que ainda enfrentam as pessoas com psoríase, nomeadamente, o estigma social e profissional, e o que pode ser feito para inverter a situação atual.

 

Estima-se que, pelo menos, 250 mil portugueses vivam diariamente com esta doença. A psoríase é uma doença inflamatória, autoimune, que afeta 1% a 3% da população mundial, ou seja, 125 milhões de pessoas. Apesar de crónica, não é mortal, nem contagiosa. Apresnta-se, geralmente, sob a forma de lesões avermelhadas na pele, espessas e descamativas.

 

A psoríase afeta tanto homens como mulheres, estando mais associada a pessoas de pele clara. Manifesta-se, pela primeira vez, entre os 15 e os 35 anos, mas pode surgir em idades mais avançadas. É uma patologia com uma forte propensão hereditária: um terço dos casos diagnosticados tem história clínica familiar de psoríase. No entanto, qualquer pessoa pode ter um surto sem existir qualquer antecedente. Não existe cura para a doença. As terapêuticas disponíveis contribuem para controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

De acordo com a PSO Portugal, cerca de 58% dos doentes sente que a psoríase prejudica o seu relacionamento com as outras pessoas.

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview