FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Iniciativas
Médicos, enfermeiros e farmacêuticos unidos por uma melhor vigilância de doentes
terça-feira, 17 janeiro 2017 11:49
A Associação Nacional de Farmácias e a Associação Nacional de Unidades de Saúde Familiar (USF-NA) assinam hoje, dia 17 de janeiro, um protocolo de cooperação cujo objetivo é a criação de projetos-piloto em áreas como a diabetes, obesidade e consumo excessivo de medicamentos.

 

Segundo o Jornal de Notícias (JN), os dois parceiros (público e privado) vão colaborar em áreas como literacia em Daúde, prevenção da doença, prevenção da sobremedicação e promoção da Saúde.

 

Um dos objetivos é manter metade dos diabéticos identificados numa região controlados ou reduzir a incidência de novos casos num concelho. Pretende-se ainda que médicos e farmacêuticos colaborem na redução do consumo de ansiolíticos e de medicamentos para a acidez gástrica.

 

Primeiramente vão ser identificadas as zonas onde irão ser desenvolvidos os projetos-piloto e, se os programas resultarem ganhos em Saúde e poupança, poderá haver partilha de incentivos financeiros entre cuidados primários e farmácias.

 

“É o início de um novo relacionamento. Vamos pôr os médicos, enfermeiros e farmacêuticos a partilhar conhecimentos, pôr os médicos a dizer o que esperam das farmácias e as farmácias a dizer o que esperam dos médicos, para depois desenvolverem projetos-piloto local e temporalmente limitados”, afirma Humberto Martins, membro da direção da Associação Nacional das Farmácias (ANF), ao JN.

 

Da parte das unidades de Saúde familiar, o presidente da associação nacional, João Rodrigues, adianta que “o principal objetivo é pôr estes interlocutores a falar a mesma linguagem, o que não é tão fácil como seria de esperar”.

 

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview