FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Iniciativas
#CondomHero: Durex desafia os jovens a combater preconceitos em relação ao sexo seguro
segunda-feira, 04 dezembro 2017 12:35
A vergonha, a pressão dos pares e uma sensação de invencibilidade mal posicionada podem influenciar a Geração Z a rejeitar o uso de preservativo a favor do sexo desprotegido. A Durex desafia os jovens a aderir ao movimento #CondomHero e a enfrentar os preconceitos em relação ao sexo seguro. No âmbito desta campanha de sensibilizaçao, a marca vai doar 1 milhão de preservativos à UNAIDS.
Um recente estudo internacional revela que mais de metade dos jovens (54%) entre os 18 e os 24 anos já teve sexo sem proteção e que mais de um quarto (28%) ficaria envergonhado se soubessem que tinha um preservativo num encontro amoroso. A perceção negativa que existe em relação ao sexo seguro é ainda reiterada pelo facto de 16% afirmar que se sentiria menos propenso a ter relações sexuais com alguém que tivesse consigo um preservativo.

Para os jovens, principalmente para os homens, a pressão social, a pornografia, as redes sociais e a fraca presença de sexo seguro nas televisões e nos filmes poderão ser fatores que influenciam as atitudes e comportamentos em relação ao uso de preservativo. 15% admite que, caso descobrisse que um amigo tinha consigo um preservativo, iria brincar com a situação e 22% considera que ter sempre consigo um preservativo é algo “un-cool”, que não é bem aceite socialmente. 35% dos homens afirma que, caso a/o parceira/o não queira utilizar preservativo, prefere arriscar ter sexo desprotegido, correndo o risco de contrair uma DST, do que não ter.

Os dados recentemente divulgados referentes ao Durex Global Sex Survey 2017 revelam ainda que 16% dos jovens, entre os 18 e os 24 anos, nunca consideraram a proteção contra DSTs em relações sexuais. Este estudo demonstra também que a preocupação no que diz respeito à utilização de preservativo junto dos mais jovens diminuiu 7% entre 2011 e 2017, o que revela a “moda” do sexo desprotegido.

Como resposta a estes dados preocupantes, a Durex promove o lançamento de #CondomHero, um movimento internacional de sensibilização que que desafia os jovens a enfrentar os preconceitos em relação ao sexo seguro e a ter consigo sempre um preservativo. Para tal, os jovens são convidados a partilhar “condom-selfies” utilizando a hashtag #CondomHero. A campanha arranca com o lançamento de um vídeo, realizado em parceria com o canal Unilad, um canal popular junto da Geração Z, que destaca os preconceitos do uso do preservativo junto dos mais jovens e incentiva mais pessoas a usar proteção. Sendo este um verdadeiro problema a nível global, a Durex compromete-se a ajudar ainda mais jovens por todo o mundo a ter acesso a sexo seguro através da doação de 1 milhão de preservativos para projetos da UNAIDS.

Em Portugal, a Durex estabelece parceria com o canal MTV sob o mote #JogaPeloSeguro, para alertar a Geração Z da importância do uso do preservativo. Esta parceria consiste na criação de uma rede de preservação online com talentos do canal de televisão a partilharem um vídeo curto, de 10 segundos, nas suas redes sociais em que incentivam os jovens portugueses a usar preservativo em prol do sexo seguro.

Roberto Pescatori, Brand Director da Durex, afirma que “a Durex tem como missão permitir que toda as pessoas tenham sexo seguro sem que isso implique a perda de prazer. Através da campanha #CondomHero, no Dia Mundial da Luta Contra a SIDA, desafiamos os jovens a enfrentar os preconceitos que existem sobre o uso do preservativo e a ter orgulho em estar protegidos.”

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview