FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Iniciativas
#KeepAClearHead contra a ansiedade social
quarta-feira, 12 junho 2019 12:53

A ansiedade social tornou-se num problema crescente para muitos jovens a nível mundial, como consequência de uma cultura cada vez mais online através das redes sociais. Os jovens encontram-se sob um intenso escrutínio e pressão para estarem constantemente ao nível esperado, sendo sobrecarregados com expectativas de sucesso.

 

 

A pensar nisto, a LINIC está pretende a ajudar os jovens a desenvolver resiliência e a prevenir a ansiedade social, através da campanha #KeepAClearHead. Este lançamento tem como objetivo capacitar os jovens para se tornarem mais resilientes face à crescente ansiedade social, com o apoio e as ferramentas necessárias. Para ajudar a dar notoriedade a este problema, a marca lançou The Long Walk, um vídeo protagonizado por Cristiano Ronaldo.
 
Mundialmente mais de 284 milhões de pessoas sofrem de distúrbios de ansiedade, um quarto dos quais tem entre 10 e 24 anos de idade. Embora os distúrbios de ansiedade geralmente se desenvolvam durante a adolescência e início da idade adulta, a ansiedade social tende a ter um início mais precoce - entre a idade de 5 a 10 anos, em média, podendo ter consequências que impedem as crianças e adolescentes de alcançar o seu potencial.
 
A visão mais comum sobre como lidar melhor com a ansiedade social tende a concentrar-se no desenvolvimento de estratégias que partem de dentro do indivíduo: ter uma atitude positiva ou dissipar pensamentos negativos que podem desencadear a ansiedade pode ser um bom começo. No entanto, esta questão não pode ser resolvida apenas pela robustez; há também a necessidade de ajudar os jovens a tornarem-se indivíduos com melhores recursos que possam reconhecer e encontrar os suportes necessários para lidar melhor com os desafios da vida.
 
Ao desenvolver a resiliência num indivíduo, geralmente concentramo-nos na construção da sua força, que envolve mentalidade, atitude positiva e capacidade de nos recuperarmos dos desafios. Ser forte envolve qualidades internas como ter boas habilidades de resolução de problemas e autorregulação, autocontrole, capacidade de aprender com os erros do passado e otimismo. Apresentar uma nova postura sobre situações que nos assustam e ter a capacidade de lidar com elas, adotando atitudes que desafiam o pensamento negativo com discernimento, é apenas um exemplo que proporciona uma forte estrutura individual para interromper um ciclo de preocupações desnecessárias.
 
A nova ciência da resiliência mostra, no entanto, que as oportunidades de sucesso dependem da qualidade do apoio que recebemos das nossas famílias, vizinhos, amigos, entidade patronal, escolas e até mesmo dos programas sociais/comunitários que estão disponíveis para quando as pessoas são confrontadas por desafios únicos nas suas vidas. O meio envolvente deve trazer o melhor de cada indivíduo, oferecer oportunidades para realizar objetivos, encorajar a ter pensamentos positivos e motivar a auto-confiança. Desta forma, os jovens terão maior probabilidade em desenvolver características como a resiliência e o entusiasmo na luta dos seus projetos de vida.
 
Esta iniciativa foi fruto de uma parceria com o Centro de Pesquisa em Resiliência (RRC), da Universidade Dalhousie e com o Dr. Michael Ungar, Diretor do RRC e um dos principais cientistas sociais a nível internacional cujo trabalho passa por aumentar a visibilidade sobre a crescente questão da ansiedade social e a necessidade de preparar os jovens com os apoios que necessitam para alcançar energia, robustez e desenvoltura para serem capazes de enfrentar os muitos desafios que a vida lhes apresenta.
 
Para mais informações sobre a campanha #KeepAClearHead visite o canal de YouTube da Linic.

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview