FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Iniciativas
Missão Continente promove projetos de prevenção da obesidade infantil
quinta-feira, 12 dezembro 2019 11:16
O Donativo Missão Continente regressa com a sua edição de 2019/2020, desta vez com o objetivo de apoiar iniciativas de norte a sul do país que promovam a prevenção da obesidade infantil, através de iniciativas que sensibilizem para a literacia em saúde, alimentação saudável e para a prática de atividade física.
 
Cerca de 80% das 163 candidaturas recebidas corresponde a projetos de instituições de carácter social, que incluem associações, fundações, cooperativas sociais e escolas, nomeadamente agrupamentos de escolas, escolas básicas e jardins de infância. Os projetos são, direta ou indiretamente, dirigidos a crianças, mediante a realização de iniciativas para as mesmas, encarregados de educação, professores, comunidade escolar e técnicos das entidades, alinhadas com as recomendações das organizações internacionais e nacionais ligadas à área da obesidade infantil.
 
De 12 a 19 de dezembro, pode escolher o seu projeto preferido na página da Missão Continente. A segunda fase passará pela seleção por um júri, que analisará todos os projetos. O júri é composto por representantes do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável (PNPAS), da Direção-Geral da Saúde (DGS), Direção-Geral da Educação (DGE), Associação Portuguesa de Nutrição (APN) e ainda a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).
 
O valor a distribuir pelos projetos selecionados será angariado mediante a venda dos porta-chaves solidários dos Angry Birds, pelo valor simbólico de um euro, que contribui a 100% para a iniciativa.
 
Depois da entrega do donativo, será colocado em ação o plano de acompanhamento dos projetos vencedores, que passa por workshops, visitas, e apoio técnico.
 
Na sua edição passada, a Missão Continente apoiou 12 projetos a nível nacional, com foque na alimentação saudável, desperdício alimentar e inclusão social, num total de 240 mil euros. Os valores para cada instituição variaram entre os 14 mil euros e os 26,500 euros, dependendo das necessidades de cada entidade e das suas propostas.
 
O apoio prestado permitiu a criação de centros de compostagem e estufas para agricultura biológica no Centro Paroquial da Cunha Baixa, a reintegração psicossocial de pessoas com deficiência mental através de oficinas de culinária da Associação r.INSERIR, em Santarém, e a criação de um restaurante que empregará pessoas requerentes de asilo e refugiadas do projeto “MARHABA, o Médio Oriente à Mesa”, em Lisboa.
 
 
NVS 2449 70a96
 

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview