FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Iniciativas
“Reumanizar”, a campanha que destaca a importância da proximidade entre médico e doente
quarta-feira, 04 março 2020 11:48
Sob o mote “Humanizar está nas mãos de todos. Reumanizar, está apenas nas mãos dos reumatologistas”, a Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR) apresenta uma campanha de sensibilização para a importância da relação de proximidade entre médico e doente.
 
“Reumanizar é uma palavra que não aparece em nenhum dicionário, mas que significa muito para muitas pessoas, dependendo da sua história”, começa por dizer Luís Cunha Miranda, presidente da SPR.
 
“Devolver ao doente uma vida digna porque ele existe para além da sua doença, é o nosso compromisso”, acrescenta.
 
Abrir uma garrafa de água ou apertar um sapato podem significar tarefas muito complicadas ou mesmo impossíveis quando se sofre de uma doença reumática. Um diagnóstico e tratamento precoces supõem uma mudança fundamental na evolução da doença. Este é um conceito que representa o ato em que o doente reumático, com a ajuda do seu reumatologista, volta a fazer as suas tarefas, a fazer o que realmente gosta, a ter uma vida independente.
 
De acordo com a SPR, a humanização dos cuidados de saúde deve basear-se na melhoria da relação médico-doente e no acesso dos doentes às especialidades que podem fazer a diferença na sua melhoria, pelo que os doentes devem exigir esse acesso às especialidades, e as sociedades exigir que o SNS cumpra o seu desígnio de acessibilidade e equidade.
 
As doenças reumáticas e músculo-esqueléticas (DRM) representam, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de metade da prevalência de doenças crónicas em pessoas com idade acima dos 50 anos e são a categoria mais destacada no grupo de doenças crónicas não transmissíveis.
 

PUBLICIDADE

Por vezes mais é menos

Por vezes mais é menos

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview