FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Opinião
Medicina Antienvelhecimento em Portugal
sexta-feira, 25 novembro 2016 11:45
Por: Ivone Mirpuri, presidente do Grupo de Estudos de Medicina Antienvelhecimento
Medicina Antienvelhecimento em Portugal

A medicina antienvelhecimento é uma medicina preventiva que tem como objetivo proporcionar uma melhor qualidade de vida, atrasando sinais e sintomas relacionados com o envelhecimento.

 

Contudo, é importante sublinhar que este tipo de medicina não é o elixir da juventude, nem tem o propósito de acrescentar mais anos de vida. O que queremos é melhorar a qualidade de vida durante os anos que temos para viver.

 

Contudo, Portugal parece ainda não estar a explorar as potencialidades da medicina preventiva. Em 2014, a Fundação Calouste Gulbenkian apresentou o relatório “Um futuro para a Saúde”, onde ficou demonstrado que a área da saúde vai sofrer grandes mudanças durante os próximos 25 anos e que o tratamento deve começar fora do hospital, ou seja, em casa. Só assim vamos conseguir reduzir e prevenir as doenças chamadas crónicas e degenerativas que vão surgindo com a idade e que, em Portugal, permitem apenas 6 anos “saudáveis” à população com mais de 65 anos, enquanto na Noruega, por exemplo, os idosos vivem mais uns 16 anos sem grandes males. Isto, claro, devido à medicina preventiva.

 

A partir dos 30-35 anos, as nossas hormonas vão baixando cerca de 1-3% , a cada ano e chegamos aos 40 anos já com deficits manifestados clinicamente e aos 60 e 70 com deficits muito marcados.

 

Com o tempo, observa-se uma diminuição da libido, menos energia, aumento da gordura corporal, fragilidade óssea, osteoporose, flacidez da pele e de outros tecidos, perda de memória, alterações cardiovasculares, perturbações do sono, entre muitos outros sintomas.

 

Todas estas mudanças no nosso organismo afetam profundamente a nossa autoestima, devido às mudanças que o nosso corpo e imagem sofrem.

 

Sabe-se hoje que a baixa dos níveis hormonais e o desequilíbrio entre elas estão muito provavelmente na origem de inúmeras doenças.

 

O que a medicina antienvelhecimento faz é prevenir ou retardar o aparecimento das doenças associadas à idade através de 5 pilares básicos: Nutrição, Exercício Físico, Suplementação Alimentar, Modulação Hormonal e a Mudança dos Hábitos de Vida. E é da sinergia entre estes elementos que podemos aumentar a vitalidade e estender, eventualmente, a longevidade.

 

É neste contexto que surge o 1º Simpósio Português de Medicina Antienvelhecimento, organizado pelo Grupo de Estudos de Medicina Antienvelhecimento, um espaço onde médicos, das mais variadas especialidades, se juntam para discutir uma forma de manter a saúde e tratar a doença, numa visão holística e integrada, para um tratamento mais adequado e individualizado. Este Simpósio decorre, pela primeira vez, de 25 a 27 de Novembro, em Lisboa, sendo o dia 27 totalmente dedicado à população em geral.

PUBLICIDADE

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview