Siga as nossas redes sociais

Opinião
Dermatite atópica nas diferentes etapas de vida

Dermatite atópica nas diferentes etapas de vida

Por: Ângela Roda

terça-feira, 13 setembro 2022 09:23

Leia o artigo de opinião da autoria de Ângela Roda, do Serviço de Dermatologia, Hospital Garcia de Orta, EPE, e Centro de Dermatologia, Hospital CUF Descobertas, a propósito do Dia Mundial da Dermatite Atópica, assinalado a 14 de setembro, sobre como esta doença da pele afeta o quotidiano do indíviduo nas várias etapas da vida, desde o seu diagnóstico. 

 

A dermatite atópica, vulgarmente conhecida como eczema atópico, é uma doença inflamatória da pele, que surge habitualmente durante a infância. De um modo geral, estima-se que afete cerca de 20% das crianças e 2-8% dos adultos. A existência de pele seca, vermelha e descamativa associada a comichão é característica.
 
As causas exatas de dermatite atópica ainda não estão completamente esclarecidas. No entanto, acredita-se que esta doença resulte de uma interação complexa entre vários fatores. Por um lado, existe uma forte componente genética, sendo comum a história familiar de alergias e de doenças relacionadas (como asma, rinite alérgica ou alergia alimentar). Por outro, sabe-se que existem fatores ambientais capazes de agravar a doença, destacando-se o contacto com certas substâncias (como detergentes ou fibras de vestuário).
 
As manifestações da dermatite atópica surgem geralmente antes dos 5 anos de idade, sobretudo no primeiro ano de vida. Embora na maioria das vezes a doença se resolva com o crescimento, em cerca de 10 a 30% dos doentes a dermatite atópica persiste na idade adulta. Assim, é considerada uma doença crónica, que habitualmente se manifesta por crises.
 
A comichão é o principal sintoma. Para além disso, a pele apresenta-se frequentemente seca, vermelha e descamativa. Nalguns casos, podem também surgir feridas ou pequenas bolhas de água.
 
Os locais envolvidos variam de acordo com a idade. Nos primeiros 2 anos de vida, a face e o pescoço são as principais zonas afetadas, estando a área da fralda tipicamente poupada. Entre os 2 e os 12 anos, as lesões cutâneas localizam-se predominantemente nas pregas corporais, sobretudo atrás dos joelhos e cotovelos. Já na adolescência e idade adulta, a dermatite atópica pode manifestar-se de forma um pouco diferente, com o atingimento exclusivo das mãos, das pálpebras ou dos mamilos.
 
A gravidade da doença é variável de indivíduo para indivíduo, sendo a má qualidade do sono causada pela comichão uma das consequências mais impactantes desta doença. Também as infeções cutâneas são mais comuns em indivíduos com dermatite atópica.
 
Para além dos aspetos típicos de eczema, existem outras alterações na pele que podem ser observadas na dermatite atópica, os chamados estigmas de atopia. Estes incluem manchas brancas na face (pitiríase alba), pele áspera e rugosa nos braços (queratose pilar), entre outros.
 
O diagnóstico de dermatite atópica é essencialmente clínico e baseia-se na história clínica e na observação das lesões cutâneas típicas.
 
Considerando a natureza crónica da dermatite atópica, o tratamento deve assentar na implementação de cuidados gerais, como a aplicação regular de creme hidratante (emoliente), a adoção de banhos curtos com água tépida, o uso de roupa de algodão e a evicção de fatores desencadeantes.
 
Além disso, o controlo da inflamação é de suma importância. Neste contexto, a modalidade do tratamento a adotar depende da gravidade da doença e pode incluir a aplicação de cremes, pomadas ou soluções com ação anti-inflamatória, a toma de fármacos imunossupressores (isto é, que diminuem de uma forma geral a imunidade do indivíduo), a fototerapia ou, mais recentemente, a instituição de agentes biológicos (em injeções periódicas) ou de pequenas moléculas (em comprimidos).
 
Os anti-histamínicos têm pouco benefício na dermatite atópica. Ainda assim, alguns deles podem ser úteis, quando tomados à noite, uma vez que podem causar sonolência.

 

PUBLICIDADE

© 2022 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview