FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o tabaco é atualmente uma das principais causas de morte em Portugal, provocando seis milhões de vítimas todos os anos. Estima-se que até 2025/2030 este número aumente para os 10 milhões. No âmbito do Dia Nacional do Não Fumador, que se assinala amanhã, dia 17 de novembro, a Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) alerta para a importância da cessação tabágica para a melhoria da qualidade de vida e da longevidade da população portuguesa. Em entrevista ao Vital Health, João Araújo Correia, presidente da SPMI, afirma que é necessário existir um "processo de compromisso individual, para que se opere uma mudança de comportamento".

 

Publicado em Entrevistas

“Apague o seu último cigarro” é o nome do desafiado criado pelas Farmácias Holon e a Fundação Portuguesa do Pulmão para todos os fumadores e pessoas motivadas a deixar de fumar. Marco Bicho, de Mora, no distrito de Évora, foi o vencedor sorteado no dia 28 de novembro. Deixou para trás o maço de tabaco e ganhou uma viagem para duas pessoas a Roma. 

Publicado em Iniciativas
Nesta data em que celebramos o Dia Internacional da Mulher é importante destacar a epidemia do tabaco como uma importante ameaça à saúde feminina, constituindo o principal fator de risco evitável de morte prematura e doença nas mulheres adultas.

 

Publicado em Opinião
Um estudo recente veio revelar que os vapores emitidos por cigarros eletrónicos representam menor risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares e pulmonares, quando comparados com o fumo libertado pelos cigarros ditos convencionais. Os resultados foram apresentados durante o 58.º Encontro Anual da Sociedade de Toxicologia, em Baltimore, pela Philip Morris International (PMI) e reforçam as evidências de que o uso alternativo por parte dos fumadores de produtos de administração de nicotina sem combustão, que libertam níveis de compostos tóxicos menores, poderão constituir uma estratégia eficaz de redução dos malefícios causados pelo consumo de produtos de tabaco convencionais, regra geral combustíveis. 

Publicado em Saúde

O Dia Mundial Sem Tabaco celebra-se a 31 de maio. Neste contexto, a Associação RESPIRA lançou uma campanha digital, cujo grande objetivo passa por relembrar as principais iniciativas desenvolvidas nos últimos 12 anos, em prol da cessação tabágica e da sensibilização da população para a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), que afeta cerca de 800 mil pessoas.

 

Publicado em Iniciativas
quinta-feira, 30 maio 2019 17:20

Tabaco e acidente vascular cerebral (AVC)

O fumo de tabaco tem efeitos agressivos e rápidos sobre o sistema cardiocirculatório, tornando o sangue mais espesso, ativando a agregação das plaquetas sanguíneas e favorecendo a formação de coágulos, estreitando as artérias e reduzindo o transporte do oxigénio do sangue para os tecidos. Os fumadores são também mais propensos a ter hipertensão arterial e colesterol elevado. Deste modo, fumar duplica o risco de ter um AVC, mesmo fumando poucos cigarros. Para além disso, a exposição dos não fumadores ao fumo de tabaco também causa AVC, aumentando em 30% o risco. Se é fumador e já sofreu um AVC, ou tem outros fatores de risco para AVC, coma hipertensão arterial, diabetes, colesterol elevado, arritmia ou outra doença cardíaca, ou se é mulher e faz anticoncepção hormonal, deixar de fumar é muito importante: o risco de AVC ou de AVC recorrente é demasiado grande se continuar a fumar.
Publicado em Opinião
terça-feira, 28 janeiro 2020 11:46

Cancro e fumo do tabaco: dicas para deixar de fumar

Comemora-se a 4 de fevereiro o Dia Mundial da Luta Contra o Cancro, uma doença que mata, por ano, 10 milhões de pessoas no mundo e 30 mil em Portugal. Estes números tendem a agravar-se, uma vez que a incidência do cancro continua a subir em Portugal e na Europa.
 
Publicado em Opinião
Pág. 3 de 3

PUBLICIDADE

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview