FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Investigadores da UC criam programa de intervenção para delinquentes
segunda-feira, 21 outubro 2013 11:36

artigo agressao RG  9428-QuandoaViolencia e5a9aInvestigadores da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra (FPCEUC) criaram um Programa de Prevenção e Reabilitação para indivíduos com comportamento antissocial, em todos os centros educativos e em 10 estabelecimentos prisionais de Portugal (Continente e Ilhas). A Universidade de Coimbra refere em comunicado que a aplicação deste programa demonstrou efeitos positivos na reabilitação e reinserção social de agressores e delinquentes.

 

 

 

 

 

A implementação decorreu no âmbito do projeto de investigação GPS – Gerar Percursos Sociais, realizado nos Açores, em parceria com a Direção Geral de Reinserção Social e dos Serviços Prisionais do Ministério da Justiça. Com esta ação, os investigadores pretenderam avaliar o impacto de uma intervenção focada na diminuição do comportamento agressivo e na regulação emocional (autocontrole emocional) de indivíduos delinquentes.

 

Assim, ao longo de três anos e meio, trabalharam com dois grupos constituídos por 150 agressores juvenis (menores a cumprirem medida tutelar educativa de internamento) e por 300 reclusos adultos do sexo masculino. O desenvolvimento do relacionamento interpessoal e o processamento de informação disfuncional foram dois dos aspetos trabalhados nesta pesquisa.

 

"Os menores registaram uma melhoria significativa no controlo da raiva e no autocontrole emocional e, no final da intervenção, mostraram um estilo de pensamento pró-social (leitura mais realista das situações interpessoais). Quanto aos adultos, verificou-se uma descida muito acentuada nos níveis de ansiedade e depressão e uma redução dos sentimentos de desconfiança e de paranoia", explica, citado em comunicado, Daniel Rijo, investigador do Centro de Investigação do Núcleo de Investigação e Intervenção Cognitivo-Comportamental da UC.

 

Uma das conclusões estudo aponta para a necessidade e utilidade da inserção e generalização dos programas psicoeducacionais nos planos de reabilitação de agressores e delinquentes. Os resultados vão ser apresentados durante o Seminário Final do Projeto de I&D "Intervenções Cognitivo Comportamentais em Contextos Forenses", que decorre em Coimbra nos dias 25 e 26 de outubro.

 

 

PUBLICIDADE

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview