FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Cancro: novos resultados de uma investigação portuguesa
segunda-feira, 25 fevereiro 2013 15:49

artigo inlO trabalho que a investigadora Teresa Petersen desenvolve na área do tratamento para o cancro foi, mais uma vez, divulgado no circuito científico. Desta feita, os resultados mais recentes, referentes a testes feitos em duas linhas de células tumorais, foram apresentados na Spie Photonics, uma das mais importantes conferências em Biofotónica dos Estados Unidos da América.


Os 15 anos de investigação, que decorre no Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL), situado em Braga, têm sido dedicados a uma terapia que elimina células cancerígenas, que dispensa a cirurgia e que por ser localizada não provoca os danos da quimioterapia. Denominada biofotónica, trata-se de uma técnica caracterizada por atuar com pulsos de luz, com recurso a fibras óticas.

Uma das vantagens desta descoberta prende-se com o facto de poder ser aplicada a diversos tumores, desde que estejam localizados, sendo que pode ser utilizada em simultâneo com outras terapêuticas. A investigadora adiantou ao Jornal de Notícias que o próximo passo será testar em animais.

Em declarações ao mesmo jornal, Teresa Petersen afirmou que não vai cair no erro de dizer que encontrou a cura para o cancro. Prefere "jogar" com a certeza de que nenhuma das hipóteses foi rejeitada. O Grupo Biofotónico desta investigadora, natural de Faro, trabalha na interface entre física, biofotónica, biofísica e ciências biológicas e materiais.

Fonte: JN

PUBLICIDADE

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview