FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Saúde
Desmaio em idade pediátrica pode ser indício de evento fatal súbito
segunda-feira, 23 maio 2016 15:21

Entre 15 a 25% das crianças vão sofrer pelo menos um episódio de desmaio até à idade adulta, alerta José Diogo Ferreira Martins, coordenador da Unidade de Cardiologia Pediátrica do Hospital Lusíadas Lisboa.

 

“Embora na maioria das vezes a síncope apresente um prognóstico benigno e seja de carácter esporádico, no grupo de crianças em que a causa do desmaio é cardíaca, este sintoma pode predizer um evento fatal súbito sendo, por este motivo, uma causa frequente de ida às urgências e consultas de especialidade”, revela o cardiologista pediátrico.

A síncope é uma perda temporária de consciência, bem como do tónus postural, devido a uma diminuição transitória da irrigação cerebral. Caracteriza-se por um início súbito, curta duração e recuperação espontânea e total. Os sintomas surgem com maior frequência no sexo feminino e a idade típica para o seu aparecimento é durante a adolescência.

Em relação às causas da síncope em idade pediátrica, José Diogo Ferreira Martins explica que “podem ser resultado de doenças cardíacas, como por exemplo uma arritmia ou malformação cardíaca presente no nascimento, mas, em cerca de 80 por cento dos casos, ocorrem devido a uma desregulação do sistema interno de controlo da pressão arterial e da frequência cardíaca”.

Ainda de acordo com o especialista, as crianças que sofrem episódios frequentes de síncope devem ser avaliadas através da realização de um eletrocardiograma e ecocardiograma. Para além disto, certo doentes realizam o denominado teste de tilt, que determina a causa dos desmaios.

O tratamento varia de acordo com o diagnóstico mas, para os doentes com síncope ou pré-síncope existe um programa específico: “o treino de tolerância ortostática é uma opção terapêutica eficaz, não invasiva e segura, com benefícios a longo prazo, permitindo não só uma melhor tolerância ao ortostatismo, diminuição da frequência dos episódios de desmaio e uma melhoria significativa na qualidade de vida dos doentes”, conclui este cardiologista pediátrico.

 

PUBLICIDADE

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview