FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Saúde
“Juntos Contra o Sal” para prevenir doenças cérebro-cardiovasculares
quarta-feira, 22 novembro 2017 10:50
Segundo avança a Direção-Geral da Saúde (DGS), morrem todos os dias cerca de 100 portugueses por doenças cérebro-cardiovasculares, “sendo que muitas dessas mortes poderiam ter sido evitadas pela alteração de comportamentos, especialmente pela redução do consumo de sal”. A entidade lançou recentemente um vídeo promocional, que conta com a participação da atriz Sara Matos, sob o mote “os portugueses consomem mais 30 toneladas de sal por dia do que deviam”.

 

A DGS alerta que a ingestão excessiva de sal é o comportamento alimentar inadequado que mais contribui para a perda de anos de vida saudável. “Os portugueses vivem mais tempo, mas mais doentes, principalmente nos últimos anos de vida, do que a restante população da Europa”, lê-se na notícia publicada. Assim, a definição e a aplicação de estratégias com o objetivo de reduzir o consumo de sal por parte da população portuguesa assumem importância decisiva no contexto da prevenção das doenças cardiovasculares e outras doenças crónicas.

 

 

Juntos contra o Sal | Sara Matos from Comunicação SPMS on Vimeo.

 

Recorde-se que o Governo aprovou a proposta de Orçamento do Estado para que prevê a introdução de uma nova taxa sobre os alimentos, consoante o seu nível de sal. Se a proposta for aprovada na especialidade ficam sujeitos a este imposto bolachas, biscoitos, cereais e batatas fritas, quando tenham um teor de sal igual ou superior a um grama por cada 100 gramas de produto ou 10 gramas por quilo.

 

Cada quilo destes alimentos pagará uma taxa de 0,80 cêntimos, ficando isentos bolachas, batatas fritas e cereais com menos de um grama de sal por cada 100 gramas de produto.

 

Fonte: SNS

PUBLICIDADE

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview