FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Saúde
Casos de demência podem triplicar em 30 anos
terça-feira, 12 dezembro 2017 10:24
Os números da Organização Mundial de Saúde (OMS) não deixam margem para dúvidas: até 2050, os atuais 50 milhões de doentes com demência podem passar a 152 milhões. No sentido de travar esta realidade, a OMS lançou o Observatório Global de Demências, uma plataforma que tem como objetivo partilhar dados sobre a doença juntos dos estados membros, de modo consciencializa-los para a criação de políticas que fortaleçam sistemas de saúde e de assistência social que ajudam pessoas com demência e os seus cuidadores.

 

“Quase 10 milhões de pessoas desenvolvem demências a cada ano que passa, seis milhões das quais em países com baixos e médios rendimentos”, afirmou o director-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Isto é um alerta: temos de prestar mais atenção a este crescente desafio e assegurar que as pessoas que vivem com demências, vivam onde viverem, têm os cuidados de que precisam”, defendeu.

 

No sentido de travar estes resultados que segundo a entidade são uma tendência que acompanha o gradual envelhecimento da população mundial, a OMS lançou recentemente o Observatório Global de Demências com o objetivo de monitorizar o desenvolvimento e fornecimento de serviços para pessoas com demência e para os cuidadores, tanto entre países como globalmente.

 

De acordo com disse Tarun Dua, do departamento de Saúde Mental e Dependências da OMS “este é o primeiro sistema de monitorização mundial de demências com dados completos”, que, para além de permitir perceber os progressos conseguidos, também vai permitir identificar as áreas onde são precisos mais esforços.

 

PUBLICIDADE

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview