FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Saúde
Casos de demência podem triplicar em 30 anos
terça, 12 dezembro 2017 10:24
Os números da Organização Mundial de Saúde (OMS) não deixam margem para dúvidas: até 2050, os atuais 50 milhões de doentes com demência podem passar a 152 milhões. No sentido de travar esta realidade, a OMS lançou o Observatório Global de Demências, uma plataforma que tem como objetivo partilhar dados sobre a doença juntos dos estados membros, de modo consciencializa-los para a criação de políticas que fortaleçam sistemas de saúde e de assistência social que ajudam pessoas com demência e os seus cuidadores.

 

“Quase 10 milhões de pessoas desenvolvem demências a cada ano que passa, seis milhões das quais em países com baixos e médios rendimentos”, afirmou o director-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Isto é um alerta: temos de prestar mais atenção a este crescente desafio e assegurar que as pessoas que vivem com demências, vivam onde viverem, têm os cuidados de que precisam”, defendeu.

 

No sentido de travar estes resultados que segundo a entidade são uma tendência que acompanha o gradual envelhecimento da população mundial, a OMS lançou recentemente o Observatório Global de Demências com o objetivo de monitorizar o desenvolvimento e fornecimento de serviços para pessoas com demência e para os cuidadores, tanto entre países como globalmente.

 

De acordo com disse Tarun Dua, do departamento de Saúde Mental e Dependências da OMS “este é o primeiro sistema de monitorização mundial de demências com dados completos”, que, para além de permitir perceber os progressos conseguidos, também vai permitir identificar as áreas onde são precisos mais esforços.

 

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview