FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Imagem Desdobramento
Saúde
Vida profissional e maternidade podem originar problemas de sono
No dia 8 de março assinala-se o Dia Internacional da Mulher e, nesse âmbito, o evento Lisbon Sleep Summit, que decorre de 16 a 19 de maio, dedica uma sessão ao tema “O sono e os desafios na vida das mulheres”. A neurologista Teresa Paiva, uma das organizadoras do evento, alerta para a forma como a vida profissional e a maternidade levam a problemas de sono na mulher.

 

Em comunicado, a responsável pelo Centro de Medicina do Sono (CENC), Teresa Paiva, fala nos inúmeros "papéis" da mulher, muitas vezes trabalhadora e mãe, tendo ainda de "realizar tarefas domésticas, ser esposa e ser mulher". Neste sentido, a neurologista considera que "há 50 anos a mulher não enfrentava tantos desafios e é impossível ser perfeita em tudo” e fala na "baixa auto-estima, na tristeza, na depressão, na ansiedade e na impossibilidade de dormir” sentida por muitas mulheres.

 

“No trabalho, independentemente das funções que exerça, as exigências são enormes, tanto em termos do trabalho efetivo que é feito, com toda a parafernália de prazos, objetivos, controlos, burocracias, exigências e interrupções, como em termos da duração desse mesmo tempo de trabalho, o que faz com que a mulher chegue a casa exausta”, reforça a especialista.

 

Teresa Paiva lembra ainda que existem sempre muita tarefas a fazer por parte da mulher, apesar de considerar que o trabalho doméstico está mais facilitado. "Se alguém trabalha 10 horas por dia fora de casa e acrescenta mais duas ou três horas de trabalho doméstico tem um total de 60 ou 65 horas em cinco dias da semana, sem contar com o fim de semana, que muitas mulheres usam para fazer as tarefas mais pesadas. No final vai haver um grande cansaço, que em nada ajuda a conciliar o sono”.

 

A maternidade é outra questão abordada pela especialista, que considera que “a mãe hoje em dia é carregada de culpas e obrigações: tem de dar de mamar até tarde, mesmo quando já está a trabalhar e muito cansada, tem de levar os filhos a muitas atividades mesmo quando isso a cansa a ela e aos filhos e sente que tem de lhes dar aquilo que não teve".

 

Em maio, o Lisbon Sleep Summit irá analisar outros temas como o sono e a violência e as “coisas” estranhas que as mulheres fazem à noite.
Guia Feridas

Feridas? Saiba como Tratar

PUBLICIDADE

© 2018 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview