Siga as nossas redes sociais

Saúde

33% das mulheres têm incontinência urinária

Por: Redacção Vital Health

segunda-feira, 13 maio 2013 14:41

artigo BXP39632h afd26As mulheres são as mais afetadas pela incontinência urinária que os homens. Uma conclusão fundamentada com dados da APU – Associação Portuguesa de Urologia, os quais indicam que 33% das mulheres e 16% dos homens, com mais de 40 anos, têm sintomas de incontinência urinária. No total, as estimativas apontam para a existência de 600 mil portugueses com este problema.

 

 

Recentemente a Fundação Champalimaud acolheu meia centenas de médicos, que debateram este tema, tendo discutido as opções terapêuticas. Segundo os especialistas presentes no evento, o 'sling' cirúrgico apresenta uma eficácia superior a 90% para o tratamento da incontinência de esforço. Este tipo de incontinência provoca a perda de urina durante o exercício físico, ao tossir, espirrar, rir, ou qualquer movimento do corpo que coloca pressão sobre a bexiga.

 

Acontece que há ainda muitas mulheres que não falam sobre o problema com os seus médicos, por vergonha ou desconhecimento da eficácia de tratamentos. Por isso, neste encontro, foi também referida a importância de informar corretamente as doentes sobre os tratamentos existentes, revelando sempre os benefícios mas também os potenciais riscos. Assim, dependendo do tipo de incontinência urinária, poderão variar os possíveis tratamentos a aplicar.

 

"É muito importante o diálogo com a paciente: informar as mulheres que sofrem de incontinência urinária, mas sobretudo ajudá-las a superar o sentimento de vergonha e ignorância, explicando concretamente as possíveis opções de tratamento, revelando sempre os benefícios mas também os potenciais riscos", disse Abranches Monteiro, presidente da APNUG (Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia).

 

O evento, integrado num ciclo de debates interativos, que pretende discutir as opções de tratamento do prolapso de órgãos pélvicos e da incontinência urinária feminina, tem vindo a realizar-se um pouco por toda a Europa, desde 2012, e foi coordenado em Portugal por um grupo de especialistas em urologia e ginecologia.

 

PUBLICIDADE

© 2022 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview