FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Saúde
Aplicação aposta na deteção precoce da doença de Parkinson para melhorar qualidade de vida dos utentes
segunda-feira, 11 fevereiro 2019 11:23
11 parceiros, instituições académicas e empresas de seis países, conduzidos pela Aristotle University of Thessaloniki, Grécia, estão envolvidos no projeto i-PROGNOSIS. Em Portugal, a Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa (FMH) é uma das duas parceiras deste projeto, cujo objetivo final passa por identificar precocemente os sinais da doença de Parkinson. O My Neurologia conversou com Sofia Balula, investigadora da FMH no âmbito deste projeto. Assista à entrevista em vídeo.

 

 

O projeto i-PROGNOSIS consiste numa aplicação disponível no Google Play, que aposta na "deteção precoce da doença de Parkinson". Para tal, foi desenvolvido, por exemplo, o teclado i-PROGNOSIS, que permite, através da pressão exercida nas teclas, encontrar um potencial doente de Parkinson.

 

Desta forma, numa questão de segundos a aplicação consegue detetar o índice de bradicinesia e rigidez, sintomas da doença, e assim compreender se é ou não um potencial portador de Parkinson.

 

“É desejável que no final do projeto sejam analisados outros sintomas e sejam integrados na aplicação o maior número de parâmetros, para que possa ser criado um índice” que permita a um médico detetar um potencial doente de forma precoce, explica a investigadora.

 

Mais informações disponíveis aqui

PUBLICIDADE

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview