FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Saúde
Os malefícios da Rede 5G na saúde
quinta-feira, 18 julho 2019 11:17
Um grupo de médicos e cientistas mostraram a sua preocupação relativamente à rede 5G, uma vez que esta poderá ser prejudicial à saúde devido à radiação.
 

 

Sabe-se que, à semelhança de todas as outras redes, a rede 5G navega através de ondas de rádio eletromagnéticas transmitidas entre uma antena e os telemóveis. Estas ondas exigem mais antenas transmissoras do que as tecnologias anteriores, uma vez que percorrem distâncias mais curtas, através dos espaços urbanos. É aqui que o 5G se distingue: esta rede utiliza ondas de frequência mais altas do que as outras, permitindo que mais dispositivos tenham acesso à Internet, ao mesmo tempo, e com uma velocidade muito superior.

 

Perante isto, um grupo de médicos e cientistas fez-se ouvir através de uma carta à União Europeia que alertar para as consequências da radiação para a saúde humana e solicita a suspensão da rede 5G. Segundo eles, apesar de nada estar efetivamente comprovado, existem suspeitas de que este tipo de radiações é nocivo à saúde, relembrando que a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Cancro chegaram a classificar toda a radiação de radiofrequência (da qual os sinais móveis fazem parte) como "possivelmente cancerígena”.

 

Mas há também quem garanta que esta rede não é prejudicial à saúde, uma vez que precisa de mais antenas para transmitir e receber sinais de telemóvel e, consequentemente, cada uma delas pode funcionar com níveis de potência menores. Quanto aos efeitos de aquecimento, o nível máximo de radiofrequência a que se fica exposto com o 5G não é suficientemente grande para o aumento da temperatura.

 

Fonte: Visão

PUBLICIDADE

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview