FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Saúde
Receitas médicas eletrónicas novamente disponíveis
segunda-feira, 02 dezembro 2019 13:00
O sistema informático de suporte às receitas eletrónicas foi retomado às seis horas da manhã de domingo, duas horas antes do que o previsto. Doentes com receitas médicas em suportes digitais já podem dirigir-se às farmácias com normalidade.
 
A procura de medicamentos foi concentrada no período da manhã de sábado, conforme apelo da Associação Nacional das Farmácias (ANF): “o civismo da população e o esforço das equipas das farmácias permitiram garantir o acesso aos medicamentos a todos os doentes urgentes durante o período de indisponibilidade do sistema”, afirma Miguel Lança, diretor de Sistemas de Informação da ANF.
 
Os serviços informáticos estiveram desligados entre as 14h de sábado e as 6h de domingo, tendo como previsão inicial que voltassem ao ativo apenas às 8h de domingo. Miguel Lança volta a reforçar que a ANF só foi informada da interrupção do sistema através de um email recebido às 18h43 de sexta-feira, apelando a que os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde planifiquem futuramente “quaisquer intervenções que perturbem a dispensa de medicamentos em parceria com as farmácias e os médicos prescritores, assim como avisar atempadamente a população”.
 
No entanto, o SPMS referiu em comunicado que “a preparação desta intervenção decorre há várias semanas, envolvendo as diversas instituições do Serviço Nacional de Saúde, Associações Nacionais e Ordens Profissionais em todo o processo, de forma a mitigar possíveis constrangimentos através da ativação das medidas de contingência necessárias”. O horário terá sido escolhido a pensar no menor impacto para os cidadãos, tendo ainda em conta os fusos horários dos técnicos envolvidos na intervenção.
 
O objetivo do apagão eletrónico foi “melhorar a performance, ampliando a acessibilidade e beneficiando todo o sistema informático”. O SPMS assegurou no mesmo comunicado que nenhum cidadão ficaria “sem acesso a cuidados de saúde e de dispensa de medicamentos”.
 
Foi ainda feito um conjunto de ações de verificação e controlo dos sistemas informáticos, no dia 1 de dezembro, quando os serviços já estavam operacionais.
 

PUBLICIDADE

© 2019 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview