FacebookTwitterYoutubeInstagramWhatsapp

Plataforma de Atualização Diária

Imagem Desdobramento
Saúde
Pediatra alerta para risco de agravamento da obesidade durante isolamento
quinta-feira, 16 abril 2020 12:19
A pediatra Maria do Céu Machado alertou, no passado dia 14 de abril, para o risco do agravamento da obesidade e dos problemas mentais entre crianças e adolescentes confinados em casa devido à COVID-19, sublinhando que os pais devem estar atentos e redobrarem cuidados.
 
"Os pais têm de estar muito atentos a alterações, a transformações no estado de humor", afirmou, assinalando que estas alterações, se forem persistentes, podem ser sinais de problemas de saúde mental, que começam a manifestar-se nas crianças entre os 5 e os 10 anos, dando o exemplo da depressão e da bipolaridade.
 
Maria do Céu Machado, que participou numa videoconferência promovida pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, admitiu que num "período de confinamento pode haver agravamento dos problemas de saúde mental" nas crianças e nos jovens.
 
Um "risco de agravamento" que estendeu à obesidade, devido à falta da prática de exercício físico em casa e a uma alimentação desregrada e tendencialmente mais açucarada.
 
A pediatra sugeriu que os pais tenham "mais cuidados com a alimentação" e promovam o "exercício físico em família", em casa ou no exterior, numa saída à rua para "dar uma volta".
 
Maria do Céu Machado foi a única participante na videoconferência dedicada ao tema "Crianças e adolescentes fechados em casa", que decorreu no âmbito do ciclo de conversas digitais "O país que se segue".
 
Portugal, em estado de emergência até pelo menos 17 de abril, com confinamento social generalizado, regista 18.091 casos de infeção e 599 mortes devido ao novo coronavírus, conforme as informações do último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De notar que dos infetados, 383 pessoas já recuperaram.
 
O novo coronavírus, responsável pela pandemia de COVID-19, já infetou mais de dois milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 135 mil. Dos infetados, cerca de 517 mil já recuperaram.
 
Fonte: Lusa

PUBLICIDADE

© 2020 Vital Health | Todos os direitos reservados | Designed by IPSPOT_ and Developed by Webview